A relação entre depilação feminina e pedofilia enraizada

Muitas pessoas vieram me questionar sobre uma frase de um dos meus textos em que dizia: “Ele não vai problematizar a imposição da depilação compulsória nem mesmo quando é apontado uma pedofilia enraizada onde não é desejável a maturidade de integrantes do sexo feminino”

Algumas porque não entenderam, outras porque acharam interessante, outras querendo saber mais sobre, enfim, então eu vou explicar de forma mais detalhada.

Então vamos lá: Primeiro a gente precisa se perguntar “Que tipo de pessoa tem pelos?” E a resposta é simples: pessoas adultas. A segunda pergunta que precisamos fazer “Se pelos são naturais de seres humanos adultos, porque ele é repudiado quando é de mulheres, sendo que não há diferença alguma em “pelo masculino” e “pelo feminino?” e a resposta também é simples: porque em sociedades patriarcais mulheres vistas como adultas não são desejáveis. Porque uma mulher não-depilada demonstra que ela não é mais uma criança, e é isso que querem, mulheres INFANTILIZADAS. Mulheres parecida com crianças. Porque crianças são submissas, mais fáceis de manipular, mais fáceis de serem dominadas, e é exatamente assim que é uma mulher desejável em nossa sociedade, diferente de mulheres maduras, que representam um certo perigo para quem quer manter as tradições. E não é só a demonização de pelos femininos que demonstram isso, ainda tem o padrão de relacionamento de sempre mulher mais nova e homem mais velho. A atração por mulheres magras, delicadas, com “rosto de bebe” e mais vários fatores que comprovam cada vez mais essa teoria.

Então resumindo: Sentir atração por coisas infantilizadas é pedofilia enraizada, é sentir atração por meninas, não por mulheres. É não querer que mulheres sejam mulheres, mas sim crianças, sempre disponíveis e submissas. “Ah, mas então homens que acham pelos em mulheres ~feios~ ~nojentos~ ~esquisitos~ são todos pedófilos?” Não, meu amor. Isso é apenas um “gosto pessoal” construído. Mas nessa construção, sim, é inserida a pedofilia.

Então espero que isso também sirva de reflexão pra quem reproduz esse discurso sobre pelos femininos. Você ta ajudando a colaborar com um ideal que diz que mulher boa é mulher parecida com uma criança, e isso é absurdamente problemático.

– Larissa de Luna

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Feminismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s